terça-feira, 23 de março de 2010

Continua a história......


terça-feira, 16 de março de 2010

A Bolota Mágica

A BOLOTA MÁGICAScraps

Era uma vez um esquilo que passeava numa floresta. Andou, andou e encontrou uma bolota brilhante em cima de uma árvore. Subiu á árvore e apanhou-a e desceu. Com cuidado levou-a para a sua toca. Pousou-a com muito cuidado na sua cama fechou a porta e foi comer o seu lanche da tarde.

Acabou o lanche e adormeceu no sofá. Enquanto o esquilo dormia alguém tocou á porta da sua casa. Como estava a dormir profundamente o esquilo não ouviu nada. A bolota desceu da cama tirou a casca e transformou-se numa esquila e foi abrir a porta. O esquilo que estava a dormir acordou e foi ver o que se passava. Ao ver a esquila apaixonou-se, ficou vermelho e desmaiou de vergonha.

A Esquila ao vê-lo no chão foi tentar acordá-lo. Não conseguiu porque ele estava desmaiado.

A mãe do esquilo, que tinha entrado naquele momento, chamou os bombeiros para levarem o esquilo ao hospital.

Os bombeiros pegaram no esquilo, meteram-no na ambulância e levaram-no para o hospital dos esquilos.

Num instante este ficou melhor e perguntou:

- Onde é que estou?

A mãe esquila e a esquila que estavam à sua beira responderam:

- Estás no hospital dos esquilos.

- Já estou melhor, vamos para casa!

O esquilo e a esquila casaram-se e tiveram uma filha igual à mãe – uma bolota brilhante, com um sorriso num dia de sol.

Trabalho colectivo: 2º ano J

Integrado no projecto biblioteca

a partir de uma imagem apresentada

EB1/JI de Montes da Costa

Ermesinde, 03-03-2010

sábado, 6 de março de 2010

O gato e o rato

O gato e o rato na escola

Certa tarde, um gato e um rato, brincavam numa escola. Enquanto brincavam,uma criança viu-os mas eles fugiram para um arbusto. Aquela criança ficou todo o intervalo à sua procura por todo o lado, mas não os encontrou. O gato e o rato queriam aprender tal como as crianças, e disseram:

-Eu quero aprender a escrever!-disse o rato.

-Eu também quero!- respondeu o gato.

Como não sabiam escrever foram para uma escola de ratos.

Mas o gato não sabia Matemática e o rato não sabia Estudo do Meio.

Mesmo assim, era o dia mais feliz das suas vidas!

Estudaram muito e ,quando já sabiam todas as matérias, despediram-se dos seus colegas e saíram da escola.

Foi um dia muito triste!

O tempo passou, mas os rato e o gato continuaram a ler e todos os dias aprendiam um bocadinho mais.

Sabem uma coisa? Eles tinham cinquenta anos e ainda guardavam, como recordação, os seus primeiros livros !


Aprender é maravilhoso! Que o digam os nossos amigos rato e gato.

Trabalho colectivo realizado pela turma do 3º ano C da EB1/JI do Carvalhal no âmbito do projecto biblioteca com base nas relações interpessoais, onde gato e rato se tornam amigos e vão aprender a ler.

terça-feira, 2 de março de 2010

Visita à Serra da Estrela

VISITA À SERRA DA ESTRELA

Gostávamos muito de vos dizer que a nossa visita de Estudo à Serra da Estrela correu muito bem. Foi um dia fantástico, onde conseguimos realizar um desejo comum, conhecer a Serra mais alta de Portugal Continental.

Um grande bem-haja a todos os que nos ajudaram, porque o dia foi maravilhoso e inesquecível. Valeu a pena todo o esforço e aprendemos, principalmente que a união faz a força e que juntos conseguimos tudo o que desejamos. Deixamos agora alguns testemunhos que alunos e professores escreveram num caderno, no dia da visita:

Foi muito divertido apesar de ter molhado a minha roupa toda! Gostei muito, não tenho palavras para descrever o que sinto!”

Pedro (aluno)

Boa iniciativa da professora, só isso valeu tudo. Participação activa dos pais em prol da ideia e resultado excelente. Por isso, a viagem foi o culminar desse trabalho. Para nós é o último ano, mas será sempre recordado. Obrigado”

António Santos (pai de aluno)

Eu gostei muito da visita. Foi o melhor dia de sempre. Obrigada professora por esta fantástica viagem.”

João (aluno)

Quero felicitar a professora pela iniciativa. É de louvar o bom coração da professora. O resumo da visita, no meu ponto de vista, foi óptimo porque as crianças vão ter uma boa recordação, e nós pais tivemos a oportunidade de nos conhecermos melhor e tornar a turma mais unida. O meu muito Obrigada”

Cristina Pereira (mãe de aluno)


Os Alunos do 4º H